Topo

22 Janeiro 2018 2:57 pm

Soja: previsões indicam poucas chuvas e plantio da nova safra pode atrasar

Soja: previsões indicam poucas chuvas e plantio da nova safra pode atrasar

Com o encerramento do período de vazio sanitário, no último sábado (15), os trabalhos de plantio de soja no Estado tendem a iniciar-se imediatamente, sobretudo, nas áreas irrigadas, com a intensificação das atividades ocorrendo apenas em outubro. De acordo com boletim divulgado pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária, nesta segunda-feira, as previsões pluviométricas para setembro até o momento apontam quantidades insuficientes.

Para outubro, por outro lado, há uma melhora no regime de chuvas em relação a setembro. Porém, conforme o instituto, as previsões ainda indicam volumes reduzidos em relação ao mesmo período da safra 16/17 e apontam semelhanças à safra 15/16. Utilizando como parâmetro um município de cada região, o Imea avaliou as previsões para o Estado. Em Sorriso, por exemplo, o índice pluviométrico deve ter média de 36,7 milímetros em outubro. Em regiões com mais chuvas, como em Campo Novo do Parecis, os índices podem chegar a 62,7 milímetros.

Para o instituto, caso as previsões climáticas atuais se confirmem, “a intensificação da semeadura pode atrasar um pouco mais neste ano, além de a nova safra poder apresentar maiores desafios a campo e necessitar de maior atenção do produtor ao longo de todo o ciclo de desenvolvimento”.

 

Gazeta MT/Agronotícias

Postagens Relacionadas

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *