Topo

20 Janeiro 2018 1:26 pm

Adolescente transferido para Cuiabá após liminar na Justiça não resiste e morre

Adolescente transferido para Cuiabá após liminar na Justiça não resiste e morre

Foto: Reprodução

O jovem Vitor Hugo da Silva Castro, de 15 anos, que havia sido transferido de Sinop para Cuiabá em novembro de 2017 após ser diagnosticado com Retocolite Aguda, não resistiu à doença e faleceu no final da noite desta quarta-feira (10) no Pronto Socorro Municipal de Cuiabá. A família buscava a transferência do menino para um hospital com especialista, mas não aconteceu. O corpo está sendo levado para Sinop, onde será velado.

De acordo com o tio de Vitor o garoto faleceu por volta das 23h de ontem. Ele havia sido diagnosticado com Retocolite Aguda, no entanto a família buscava mais especialistas para dar um diagnóstico mais detalhado, mas não conseguiram.

Os pais de Vitor Hugo tentaram providenciar os exames complementares que ajudariam no diagnóstico, mas nenhum deles era realizado no Pronto Socorro, por isso buscaram outra transferência do adolescente para um hospital com especialistas.

“Eles tinham uma indicação de transferência para um centro especializado desde o dia 26 de dezembro, mas ele não foi transferido. Pediam para levar para o Julio Muller ou para outro centro especializado. Ele precisava de neurologista e nutrólogo, e no Pronto Socorro não havia, estava faltando especialista”, disse o tio do garoto.

Os pais de Vitor Hugo já retornaram para Sinop, onde a família mora. Eles estão providenciando o traslado do corpo para o município, já que o velório e o enterro devem acontecer lá.

O caso

Vitor Hugo foi internado no dia 18 de setembro de 2017 com um quadro de diarréia. Ele foi depois diagnosticado pelos médicos do Hospital Regional de Sinop com Retocolite Aguda.

No último dia 17 de novembro o quadro de saúde do garoto se agravou ele teve que passar por uma cirurgia para estancar uma hemorragia interna.

A família conseguiu na Justiça uma liminar para que o Estado transferisse o garoto para um hospital mais equipado em Cuiabá, na esperança de obter um diagnóstico mais detalhado. Ele foi transferido para uma UTI no Pronto Socorro Municipal de Cuiabá no dia 29 de novembro.

GazetaMT/olhadireto

Postagens Relacionadas

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *