Topo

20 Janeiro 2018 1:25 pm

Mãe denuncia negligência em parto de bebê que acaba morrendo; hospital se defende

Mãe denuncia negligência em parto de bebê que acaba morrendo; hospital se defende

Uma mãe, identificada como J.A.S.G., denunciou negligência por parte de uma médica do Hospital Regional de Sorriso (a 401 km de Cuiabá) durante o parto de sua filha no dia 29 de dezembro, que acabou morrendo 13 dias depois do nascimento. O hospital se manifestou dizendo que o parto foi arriscado e o bebê já apresentou problemas desde as primeiras horas de vida. O caso será apurado por uma comissão interna.

À Rádio Pioneira a mãe disse que deu entrada no hospital à meia noite e a criança teria nascido às 3h, quando a doutora a retirou. A mulher ainda disse que a médica foi muito grossa e subiu em cima dela para o bebê sair. Nesta quinta-feira (11) o bebê veio a falecer.

Olhar Direto entrou em contato com o Hospital Regional de Sorriso e, por meio de uma nota, a diretora do hospital, Luciele Fernanda Benin, narrou que a paciente deu entrada no dia 29 se queixando de dores no baixo ventre.

De acordo com a diretora a mãe foi internada e encaminhada para uma sala de parto, mas apresentou dificuldades no período expulsivo. A menina nasceu com insuficiência respiratória e teria sido encaminhada imediatamente à UTI.

A diretoria ainda disse que será instalada uma comissão interna no hospital para investigar o ocorrido.

Leia a nota na íntegra:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

O HOSPITAL REGIONAL DE SORRISO, através de sua equipe diretiva, vem a público esclarecer o fato de repercussão pública, inerente ao óbito de um recém-nascido na data de ontem (11/01/2017), consoante abaixo expõe:

A paciente J.A.S.G adentrou nesta Unidade Hospitalar na data de 29/12/2017 as 13h26min, em tempo gestacional de 39 semanas apresentando queixas de dor em baixo ventre.

Ao exame obstétrico, fora verificada dilatação de 6cm, bolsa rota e polo cefálico, sendo internada na obstetrícia deste Hospital, onde as 03h24min evoluiu naturalmente para o parto normal.

Durante o trabalho de parto, apresentou dificuldade no período expulsivo. Já nas primeiras horas de vida, o recém-nascido evoluiu para insuficiência respiratória, necessitando de imediata internação na UTI neonatal.

O óbito se deu em decorrência de problemas respiratórios. O ocorrido passa agora a ser investigado pelas comissões internas deste Hospital Regional.

Colocamo-nos a disposição para quaisquer esclarecimentos que se fizerem necessários.

Atenciosamente,
Luciele Fernanda Benin
Diretora Geral – Hospital Regional de Sorriso

GazetaMT/RadioPioneira

Postagens Relacionadas

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *