Topo

21 Fevereiro 2018 6:58 am

TJ de São Paulo manda Eraí Maggi devolver fazenda ao Rei do Algodão

TJ de São Paulo manda Eraí Maggi devolver fazenda ao Rei do Algodão

Depois de conseguir a anulação do leilão que vendeu a fazenda Marabá, no município de Campo Verde (131 km ao Sul de Cuiabá), por R$ 50 milhões ao Grupo Bom Futuro do empresário Eraí Maggi, o Grupo JPupin do “Rei do Algodão” José Pupin conseguiu também a junto à Justiça Estadual de São Paulo a reintegração de posse.

 

O Grupo Bom Futuro tem até a próxima quarta-feira (31) para deixar a propriedade, inclusive fazer a colheita da soja plantada nas terras, conforme determinou o desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP), Carlos Henrique Abrão, no fim do ano passado.

 

A propriedade foi vendida no dia 31 de julho de 2017 por meio de leilão judicial eletrônico para o pagamento de dívida do Grupo JPupin com o Banco Santander. Mesmo avaliada no mercado no valor de R$ 90 milhões, por Eraí Maggi arrematou a Marabá por pouco mais da metade e financiou o pagamento em 10 parcelas com juros de 2% ao ano.

 

Desde a venda, os dois grupos vinha travando um embate na Justiça que resultou em seis considerações e por fim, nessa última decisão da Justiça Paulista que o advogado do Grupo JPupin, Sandro Ticianel, acredita ser difícil de reverter.

 

Ainda na decisão, o desembargador do TJSP determinou que qualquer ação em relação a fazenda Marabá seja encaminhada diretamente para ele.

 

Gazeta MT/Blog do Antero

Postagens Relacionadas

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *